Tudo o que eu preciso saber me é revelado

Durante muitos anos ouvi esta frase e quando acontecem situações pelas quais busco compreensão e não encontro respostas, a frase ecoa dentro de mim.

Não temos que saber tudo. Não é possível saber tudo.

Por mais que se esteja empenhado em autoconhecimento, profundamente mergulhados na espiritualidade, estudos, dedicados ao uso de instrumentos  que facilitem a compreensão das coisas todas, ainda assim, não há como saber tudo.

Mistério é mistério.

Desvendar mistérios é pretensioso.

Mistérios, segredos, só são revelados se , ALGO MAIOR que nós, permitir.

Durante a vida tudo o que é necessário que saibamos nos chega de algum modo.

Muitos gastam seu precioso tempo de vida, atrás de respostas para situações e acontecimentos que não precisam saber.

Quantas pessoas são questionadas sobre assuntos diversos e tem a coragem de responder um simples “ Não Sei “ ?

Não saber, também é sabedoria.

Ninguém sabe tudo.

Podemos considerar em nossas indagações  acerca dos mistérios da vida, não estarmos suficientemente preparados para respostas que na maior parte das vezes, queremos imediatamente.

Somos pequenos diante da grandiosidade da VIDA.

Nossas mentes ansiosas querem nos fazer acreditar que podemos saber tudo.

Precisamos saber tudo ?

Precisamos saber todos os segredos e mistérios que compõem nossa história pessoal e global ?

O mistério que não é desvendado quer respeito.

O segredo não contado e que atravessa o tempo e as gerações é SAGRADO.

Querer saber o que não é permitido, é arrogante e perigoso.

Especular, supor, entrar na curiosidade em saber daquilo que não estamos prontos para saber, nos torna delirantes em interpretações e conclusões bem distantes da realidade.

Na maior parte das vezes, revelações que nos são importantes surgem quando desistimos de querer saber.

Na desistência de querer saber, TALVEZ, haja espaço para que algo se revele verdadeiramente.

“ Tudo o que eu preciso saber me é revelado “.


Elaine Leal Carvalho
Terapeuta e Consteladora Familiar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + seis =